Centro News

Quarta-feira, 11 de Maio de 2022, 08h:00

Santuário em MT receberá duas elefantas vindo da Argentina nesta quinta, após 5 dias de viagens

Pocha e Guillermina, como são chamadas, viviam no Ecoparque Mendoza, onde não tinham espaço suficiente para locomoção

R7

REPRODUÇÃO/ECOPARQUE MENDOZA

Após um ano de espera e cinco dias de viagem, duas elefantas que viviam em Mendoza, na Argentina, chegarão nesta quinta-feira (12) ao SEB (Santuário de Elefantes Brasil), na Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso.

Pocha e Guillermina, como são chamadas, viviam no Ecoparque Mendoza, um cativeiro da cidade argentina, mas tinham pouco espaço para uma locomoção adequada.

Pocha, a mãe, e a filha Guillermina chegaram ao Brasil na madrugada desta terça (10), quando passaram pela Alfândega de Foz do Iguaçu (PR). Durante o trajeto, elas passarão por municípios no Paraná e Mato Grosso do Sul até chegar à cidade mato-grossense.

Biólogo e diretor do santuário, Daniel Moura diz que, dada a espera pela chegada, a transferência das duas elefantas será ainda mais emblemática.

“A gente deposita mais expectativa, mais energia, mais ansiedade. Sabemos que existem muitos obstáculos a serem superados. Mas a gente tem a expectativa de que vai ser o melhor possível, pensando em tudo o que o santuário e sua equipe têm a oferecer”, comenta Moura.

O procedimento de transferência requer todo o cuidado e atenção possíveis, segundo o biólogo, que passa pela adaptação dos animais ao transporte.

“Sabemos que esse processo demora, porque existe todo um comprometimento para que isso seja feito da melhor maneira possível. E eles chegaram à conclusão de que o único local para enviar os elefantes seria o santuário. Então, todas aquelas expectativas de altos e baixos que apareceram no meio do caminho estão se realizando agora da melhor maneira possível”, conclui Daniel.

A transferência acontece após o SEB receber, em 26 de abril, a Licença Cites de Exportação, o último documento que restava para o transporte das elefantas.